quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

FÉRIAS! - Mitos e Verdades de Como Proceder no Litoral




1 – É proibido dirigir descalço
Apesar de muita gente dizer o contrário, é permitido, sim, dirigir com os pés em contato direto com os pedais. O que não pode é usar calçado sem apoio no calcanhar.Isso porque, de acordo com o Art. 252, Inciso IV do Código de Trânsito Brasileiro, é proibido dirigir o veículo “usando um calçado que não se firme no pé ou que comprometa a ação dos pedais”. Guiar descalço pode ser até desconfortável para alguns, mas é melhor do que tomar uma multa de R$ 85,13 e levar 4 pontos na carteira....

2 – É proibido dirigir de sunga ou biquíni
Para alegria dos marmanjos (e tristeza das esposas que preferem não ver a barriga do marido), o CTB não possui nenhuma restrição em relação à vestimenta do condutor ou dos passageiros. Ou seja, na hora de sair da praia, a única recomendação é colocar uma toalha ou similar no banco, para evitar que a espuma fique molhada – e depois bata aquele cheiro de cachorro molhado nas semanas seguintes. Ah, uma curiosidade: levado à risca, o CTB não proíbe nem que se dirija pelado. Mas antes que seus pensamentos libertinos aflorem, vale lembrar que atentado ao pudor ainda é crime!



3 – É proibido andar com o carro na praia

Aqui a resposta varia de acordo com a região. O Código de Trânsito Brasileiro não possui restrição para o tráfego de veículos na faixa de areia. Contudo, para garantir a segurança dos banhistas, diversos municípios proíbem o tráfego de automóveis nas praias, incluindo os de uso recreativo, como quadriciclos. Por outro lado, há cidades que não só autorizam como regulamentaram o uso de carros na praia, em especial os tradicionais buggys que cruzam as dunas do Nordeste. Nesses locais, há placas e balizas sinalizando onde os carros podem (e não podem andar). Na dúvida, não vá, até porque....

4 – Água salgada estraga o carro
A não ser que seu carro seja um bacalhau, o sal não irá ajudar a preservá-lo. Muito pelo contrário: associado à maresia, o sal ataca a lataria do carro, provocando corrosão precoce do material. Lembra-se daquele fogão velhinho (mas inteiro) que você levou pra casa de praia ano passado e agora está se desintegrando? Pois é, o mesmo pode ocorrer com o automóvel. Para evitar que seu possante vire uma caixa de ferrugem sobre rodas após as férias, aguarde a última dica de nosso guia!

5 – O consumo do carro muda na praia

Se você apostou com seu cunhado que o consumo não muda, má notícia: muda sim. Mas é fácil economizar o dinheiro para pagar uma caixa de cerveja para seu parente, pois a boa notícia é que o carro fica mais econômico perto do mar. “Quanto maior a pressão atmosférica, mais ar é admitido pelo motor, melhorando a combustão e reduzindo o consumo de combustível”, afirma Alfredo Guedes, supervisor de relações institucionais da Honda. Mas não aposte muito alto, pois, segundo Guedes, a diferença é quase imperceptível, pois a injeção eletrônica adapta o funcionamento do motor automaticamente. O lado bom é que a recíproca é verdadeira, então falar que o carro gasta muito para explicar sua recusa para uma viagem nas montanhas é uma boa desculpa justificativa.

6 – É proibido ouvir música alta do lado de fora do carro
Como é pouco provável que as outras pessoas compartilhem de seu gosto musical, o CTB restringe o uso de equipamentos sonoros no automóvel nos artigos 227 e 228. Do uso da buzina ao volume do ‘pancadão’, tudo está sujeito às restrições legais, inclusive indo além da infração de trânsito. Se o aspirante a cantor/dançarino abusar do volume, pode ser enquadrado pelo artigo 42 da Lei 3.688/41, pois estará perturbando o sossego alheio com instrumento sonoro ou acústico. Como não há restrição para o mau-gosto, aquele seu vizinho ainda pode ouvir a música favorita dele, alta, dentro do carro com os vidros fechados e em um lugar deserto. Só avise-o para tomar cuidado com a surdez precoce.

 



Fonte: Yahoo! Brasil Motors Powered by WebMotors
           Texto: Rodrigo Ribeiro / Fotos: Paula Korosue

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Um Feliz 2012!

O grande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho da sua história. O grande lance é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o AQUI e o AGORA.
Claro que a vida prega peças. É lógico que, por vezes, o pneu fura, chove demais... Mas, pensa só: tem graça viver sem rir de gargalhar pelo menos uma vez ao dia?
Tem sentido ficar chateado durante o dia todo por causa de uma discussão na ida pro trabalho?
Quero viver bem. 2011 foi um ano cheio.
Foi cheio de coisas boas e realizações, mas também cheio de problemas e desilusões.
Normal! Às vezes se espera demais das pessoas.
Normal! Grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor machucou.
Normal! 2012 não vai ser diferente.
Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas e aí?
Fazer o quê?
Acabar com seu dia?
Com seu bom humor?
Com sua esperança?
O que eu desejo para todos nós é sabedoria! E que todos saibamos transformar tudo em uma boa experiência!
Que todos consigamos perdoar o desconhecido, o mal educado.
Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim...
Entender o amigo que não merece nossa melhor parte.
Se ele decepcionou, passe-o para a categoria 3, a dos amigos.
Ou mude de classe, transforme-o em colega.
Além do mais, a gente, provavelmente, também já decepcionou alguém.
O nosso desejo não se realizou?
Beleza, não tava na hora, não deveria ser a melhor coisa pra esse momento (me lembro sempre de um lance que eu adoro: CUIDADO COM SEUS DESEJOS, ELES PODEM SE TORNAR REALIDADE.
Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano.
Não adianta lutar contra isso.
Mas se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.
UM FELIZ ANO PARA TODOS NÓS!!!

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

DIA DA SEGURANÇA

Foi realizado no último dia 12 de Setembro mais um dia da Segurança. Como tem acontecido nos últimos encontros, tivemos o dia inteiro destinado á conscientização e qualificação dos nossos colaboradores nas questões de segurança, saúde e meio ambiente.

Neste dia também fizemos uma campanha de vacinação com os colaboradores, levando todos á postos de saúde para vacinação contra o vírus da Hepatite.

Outros treinamentos, como noções básicas de combate á incêndio e primeiros socorros foram ministrados neste dia.




quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Conheça a Hepatite C

A hepatite C crônica, que hoje atinge aproximadamente 150 milhões de pessoas em todo o mundo, é caracterizada pela inflamação no fígado, causada por um vírus. Ainda não existe uma vacina contra essa doença.

Antes de 1992, a transfusão de sangue era a maneira mais comum de se contrair a doença. Hoje ela pode ser transmitida, dentre outras maneiras, pelo compartilhamento de seringas, alicates de unha ou lâminas de barbear e até mesmo acidentes de trabalho com materiais pérfuro-cortantes contaminados (por exemplo, agulhas).

O vírus da hepatite C pode permanecer por anos no organismo sem apresentar nenhum sintoma, tornando difícil o seu diagnóstico.

Por isso, é importante a sua participação na campanha " Voçê C Conhece?", que irá ajudar a saber se voçê é portador(a) do vírus da hepatite C.

Consciência
Com um simples exame, em minutos, voçê fica sabendo se já entrou em contato com o vírus da hepatite C ou não. Um pequeno ato que pode fazer toda diferença no diagnóstico precoce da doença.

Conhecimento
Conhecer a Hepatite C é a melhor maneira de identificá-la e buscar por atendimento especializado. O diagnóstico tardio pode acarretar consequências como cirrose e sangramento digestivo e, em casos mais graves, insufuciência hepática e transplante de fígado.

Cura
Quanto mais cedo a hepatite C for diagnosticada, maiores serão as chances de cura, com orientação médica e tratamento adequado.



Fonte: Campanha de detecção de Hepatite C

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

3° LUGAR

Conquista do 3° no Campeonato de Futebol Society Contratadas 2011.

A MDJ conquistou no último dia 20 de Agosto, o terceiro lugar no campeonato, com vitória de 3 a 1 sobre a Transtusa. A partida encerrou a participação das equipes no campeonato. O título ficou com a Multilixo, que venceu a equipe da Sial na final. A entrega dos Troféus teve a participação especial de Basílio, ex jogador do Corinthians, ídolo do título do Paulista de 1977.
Veja as fotos do evento:



Equipe MDJ
 
Arbitragem da Partida




Jogadores da MDJ e Transtusa

Ex jogador Basílio




Medalhas

Organizadores do Evento


Troféu
Troféu

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Derrota na Semi-Final

A MDJ perdeu a disputa da semi-final do Campeonato de Futebol Society promovido pela Comgás em comemoração do alcançe de 1.000.000 de clientes.
A Partida foi disputada no último dia 13/08 e o confronto foi contra a equipe da Sial.

O jogo:
A partida foi disputada sobre um forte calor, com uma temperatura acima dos 30° e uma sensação maior ainda devido o tempo seco daquela tarde.
A equipe da Sial pareceu ter feito direitinho a lição de casa e marcou muito a MDJ, não deixando espaços para os rápidos ataques de avantes adversários. Em dois lances de falha de marcação da MDJ, a Sial fez 2 a 0 ainda no primeiro tempo, deixando os jogadores da MDJ bastante nervosos, não só pelo resultado daquele momento mas também por conta de uma arbitragem confusa pelas suas marcações e principalmente pela não marcação de muitas faltas claras a favor da MDJ. Foi com essa interpretação polêmica que no início do segundo tempo, quando a MDJ era melhor no campo, em um lance na sua área o goleiro fez uma defesa em dois tempos e levou um chute na mão proposital, que fez com que seu goleiro deixasse o jogo com uma luxação em um dos dedos (nota: neste lance, a arbitragem nada marcou e alegou que foi uma dividida normal de jogo). A partida prosseguiu e a MDJ finalmente diminuiu o placar. Foi aí que a partida ganhou mais emoção, pois a MDJ pressionou muito a Sial para chegar ao empate, porém no fim do jogo, em um contra-ataque a Sial fez o terceiro gol e selou a vitória.

A MDJ disputará no próximo sábado o terceiro lugar da competição contra a equipe da Transtusa, enquanto a Sial joga pelo título do torneio contra a Multilixo.